António Lobo Antunes

Úr Wikipediu, frjálsa alfræðiritinu
Stökkva á: flakk, leita

António Lobo Antunes (1. september 1942) er einn vinsælasti rithöfundur Portúgala.

António Lobo Antunes fæddist í Lissabon og gaf út fyrstu skáldsöguna sína árið 1979 og kallaðist hún Fílaminni (Memória de Elefante). Hann hefur nokkrum sinnum verið orðaður við Bókmenntaverðlaun Nóbels.

Verk: Memória de Elefante (1979) Os Cus de Judas (1979) A Explicação dos Pássaros (1981) Conhecimento do Inferno (1981) Fado Alexandrino (1983) Auto dos Danados (1985) As Naus (1988) Tratado das Paixões da Alma (1990) A Ordem Natural das Coisas (1992) A Morte de Carlos Gardel (1994) Crónicas (1995) Manual dos Inquisidores (1996) O Esplendor de Portugal (1997) Livro de Crónicas (1998) Olhares 1951-1998 (1999) (co autoria de Eduardo Gageiro) Exortação aos Crocodilos (1999) Não Entres Tão Depressa Nessa Noite Escura (2000) Que farei quando tudo arde? (2001) Segundo Livro de Crónicas (2002) Letrinhas das Cantigas (edição limitada, 2002) Boa Tarde às Coisas Aqui em Baixo (2003) Eu Hei-de Amar Uma Pedra (2004) História do Hidroavião (conto, reedição 2005) D'este viver aqui neste papel descripto: cartas de guerra ("Cartas da Guerra", 2005) Terceiro Livro de Crónicas (2006) Ontem Não Te Vi Em Babilónia (2006) O Meu Nome é Legião (2007) O Arquipélago da Insónia (2008)

  Þessi bókmenntagrein er stubbur. Þú getur hjálpað til með því að bæta við greinina.